Etiquetas

O deputado Vital é uma daquelas personagens que, na sua tendência egocêntrica para a incontinência verbal, tem a virtude de dizer sem rodeios ao que anda.

Seguir com atenção o seu discurso percurso, desde a aproximação guterrista, passando pela paixão socrática, até à postura senatorial segura, constitui uma forma de perceber porque é que desde sempre foi impossível uma frente de esquerda no Portugal de Abril: sob a máscara de uma alegada postura de esquerda, o PS foi criado pelo senador Soares para combater o PCP e todos quantos possam constituir uma ameaça aos interesses de uma média burguesia urbana, que aspira a ser incluída nos círculos do capital internacional, mesmo que à custa do interesse dos seus concidadãos.

Este vídeo é bem ilustrativo desse discurso.

Anúncios