Etiquetas

,

O anúncio feito pelo ministro das finanças, de que “Esta proposta para 2013 é a única possível”, significa um profundo desprezo pelo papel da Assembleia da República e dos direitos dos deputados a votarem o Orçamento Geral do Estado, que é uma lei da AR.

Esse tipo de comportamento tem que ter uma consequência: a demissão pura e simples. E caso o 1º ministro não seja capaz de o fazer, então é ele quem tem que ser demitido.

Anúncios