Etiquetas

PSD considera “inacreditável” intervenção de Paulo Portas

Bem podem os arautos da “estabilidade governativa” querer manter o governo ligado à máquina, mas a declaração de Portas constituiu um verdadeiro atestado de óbito para um governo zombi que o PR bem queria salvar a todo o custo.

Temos que avisar os senhores conselheiros de Estado que nem lhes passe pela cabeça proporem alguma união de ocasião entre o casal desavindo e o terceiro parceiro do memorando, pois isso é poligamia que o povo condena.

Nem se atrevam a levar Seguro para o governo sem passar pelo julgamento do voto popular.

Anúncios