Etiquetas

,

Com o envolvimento pessoal que tive, nas eleições para a Direção do SPGL, outras atividades e projetos foram ficando para trás.

Os resultados eleitorais são conhecidos e das quatro listas concorrentes emergiram dois vencedores, embora com dimensão diferente.

Por um lado a direção que governa o sindicato há longos anos ganhou e tomará posse na próxima segunda-feira, porque os sócios descontentes com a forma como o sindicato tem sido governado não reconheceram na proposta que lhes apresentámos as virtualidades que os levassem a votar na Lista B. Esse facto será objeto de análise entre os membros da lista e ditará o rumo a seguir durante o próximo mandato.

Por outro lado a Lista C associada aos “3R’s” conseguiu, pela primeira vez na história, eleger um elemento para o Conselho Geral. Daqui saúdo o André Pestana, a quem desejo uma rápida aprendizagem sobre os mecanismos de funcionamento e a utilidade do órgão para o qual foi eleito. Trata-se de uma vitória importante, sobretudo quando se assiste ao definhamento da outra proposta “alternativa” auto-intitulada de “Autonomia Sindical”, mas que na prática se tem comportado como uma extensão da direção para tentar captar os votos de professores contratados e desempregados.

Agora que este tempo passou tentarei retomar os projetos que ficaram para segundo plano. A reanimação do blogue é um deles e, com a qualidade da produção legislativa de Nuno Crato a fazer recordar os tempos áureos de Maria de Lurdes Rodrigues, é provável que essa retoma fique simplificada.

Advertisements