Etiquetas

,

O Público online dá nota de que a coligação no poder vai chumbar as propostas que irão hoje ao plenário da AR para suspender a ADD.

As belas palavras, que soaram como música as ouvidos dos professores que as quiseram ouvir antes das eleições, foram levadas pelo vento e substituídas pelo discurso, “realista e responsável”, de quem agora já não precisa dos “votinhos” dos tótós que quiseram acreditar no pai natal.

Claro que, como para muita gente tudo se resume a uma questão de fé, ficaremos a aguardar o “novo” modelo que o ministro acredita que será muito bem acolhido pelos professores.

Entretanto, enquanto aguardamos estas novidades, outras (mu)danças vão acontecendo e algumas com repercussões graves na vida e muita gente.

A ver vamos como diria o cego.

Anúncios