Etiquetas

Com o chumbo da ADD de Sócrates retorna o debate em torno dos benefícios e malefícios da avaliação inter-pares.

Um número significativo de vozes de professores, particularmente as que se expressam na blogosfera e são amplificadas pela comunicação social, insurge-se contra a avaliação inter-pares por considerar impossível a sua justiça e utilidade para o processo de melhoria da escola pública. Nessa linha é frequente ler-se que o importante é não haver avaliação entre pares.

Entretanto o PSD começa a dar indicações das suas linhas de orientação para a questão da avaliação do desempenho docente e, ao que parece, pretende retomar a ideia de criação de uma agência de avaliação externa.

Confesso não ter lido essas orientações na fonte, o que pode permitir erros de leitura. No entanto, acabei de ler a crónica de hoje de Santana Castilho, publicada no jornal Público e que está disponível aqui. De acordo com SC as orientações do PSD sobre avaliação docente são claras e fazem uma distinção cristalina entre avaliação e classificação, apontando para que seja a classificação do desempenho que deve revestir uma lógica externa preponderante, removendo definitivamente da cultura organizacional das escolas os malefícios da classificação inter-pares.

A distinção entre avaliação e classificação de desempenho é importante na medida em que a avaliação deve referir-se ao conhecimento profissional, enquanto a classificação terá que assentar na performance do professor relativamente aos objectivos organizacionais. Nesse sentido poderá aceitar-se que a classificação seja realizada por actores que não exerçam funções docentes, mas que estejam directamente ligados à organização escolar e ao sistema educativo. Já a avaliação só pode ser realizada por actores ligados à prática docente, uma vez que os seus referenciais são os do conhecimento profissional e disciplinar, que não é dominado por leigos.

Sobre o conhecimento profissional convém olhar para um interessante artigo de Maurice Tardiff , publicado na Revista Brasileira de Educação, em 2000:

Lembremos aqui as principais características do conhecimento profissional tais como se acham expressas, nos últimos vinte anos, na literatura sobre as profissões (Bourdoncle, 1994; Tardif e Gauthier, 1999):

> Em sua prática, os profissionais devem apoiar-se em conhecimentos especializados e formalizados, na maioria das vezes, por intermédio das disciplinas científicas em sentido amplo, incluindo, evidentemente, as ciências naturais e aplicadas, mas também as ciências sociais e humanas, assim como as ciências da educação.

> Esses conhecimentos especializados devem ser adquiridos por meio de uma longa formação de alto nível, a maioria das vezes de natureza universitária ou equivalente. Essa formação é sancionada por um diploma que possibilita o acesso a um título profissional, título esse que protege um determinado território profissional contra a invasão dos não-diplomados e dos outros profissionais.

> Embora possam basear-se em disciplinas científicas ditas “puras”, os conhecimentos profissionais são essencialmente pragmáticos, ou seja, são modelados e voltados para a solução de situações problemáticas concretas, como, por exemplo, construir uma ponte, ajudar um cliente a resolver seus conflitos psicológicos, resolver um problema jurídico, facilitar a aprendizagem de um aluno que está com dificuldades etc.

> Em princípio, só os profissionais, em oposição aos leigos e aos charlatães, possuem a competência e o direito de usar seus conhecimentos, conhecimentos esses que são, de um certo modo, esotéricos: eles pertencem legalmente a um grupo que possui o direito exclusivo de usá-los por ser, em princípio, o único a dominá-los e a poder fazer uso deles.

> Isso significa também que só os profissionais são capazes de avaliar, em plena consciência, o trabalho de seus pares. O profissionalismo acarreta, portanto, uma autogestão dos conhecimentos pelo grupo dos pares, bem como um autocontrole da prática: a competência ou a incompetência de um profissional só podem ser avaliadas por seus pares.

Anúncios