Etiquetas

,

Este comunicado, que também pode ser lido aqui e aqui, confirma o que já estava claro antes da publicação do meu post anterior.

Como o meu ponto já aí ficou marcado, limito-me agora a dar concordância total ao que o Miguel Pinto escreveu no seu blogue.

Acrescentando que aposto, singelo contra dobrado, que essa será notícia de abertura de vários “jornais de referência” amanhã. Além de que ainda leremos alguma(s) entrevista(s) destes “defensores dos professores” até à próxima 5ª feira.

Anúncios