Etiquetas

,

As políticas de prestação de contas e de “gestão empresarial” da escola pública, que foram aplicadas pelo governo de Pinto de Sousa e que, de forma mitigada e pouco explícita, correspondem ao modelo defendido por CDS e por PSD, têm elevados custos para a própria gestão do sistema educativo.

O exemplo mais claro é o que se vem passando no Reino Unido, onde as políticas neo-liberais de Tatcher foram continuadas e aprofundadas pela 3ª via de Blair e Brown, com resultados conhecidos ao nível da insuficiência de professores, a que se soma a actual dificuldade na contratação de directores de escolas.

A continuação das políticas educativas da direita, sob a orientação das organizações tutelares supranacionais, acabará por nos levar ao mesmo fim.

«Experts fear that the approaching retirement of many head teachers, and a growing reluctance among senior staff to become school leaders, could prompt a management crisis.

Heads now have ultimate responsibility for academic achievement, staffing and complying with regulations

Anúncios