Etiquetas

,

… e já nos podemos dar conta de um dos maiores malefícios que a política de municipalização partidarizada, que o PS introduziu na escola pública, veio trazer à administração e gestão do bem público educativo.

Entre a autarca que foi derrotada pela professora agredida e a denúncia que o PS de Famalicão faz de que a câmara municipal se estará a intrometer na escolha dos eleitores há um traço comum – está em pleno funcionamento o mais sórdido jogo partidário para controlar a gestão das escolas e transformar o cargo de director numa prebenda para os jotinhas bem comportados.

Anúncios