Etiquetas

, , ,

O Paulo Guinote descobriu o meu blogue e, pelos vistos, ficou tão adicto que fica pertubado quando eu não escrevo dois dias seguidos.

«Há quem há dois dias tenha perdido o pio…»

  • Em primeiro lugar, devo dizer ao Paulo que fico extremamente lisonjeado com a atenção que passei a ter, por parte da maior referência blogosférica viva nas lutas dos professores. Tenho mesmo muitas dúvidas sobre o meu merecimento e, por isso, fico até constrangido com tanta atenção.
  • Em segundo lugar, sinto-me obrigado a esclarecer quem por aqui passa que tenho consciência de que corro sério risco de ficar apanhado por alguma espécie de doença umbiguista, que possa afectar os princípios de solidariedade e colectivismo em que acredito. Por isso mesmo procurarei tomar os antídotos necessários e continuar a frequentar os mesmos lugares de sempre.
  • Finalmente, quero dizer este meu novo seguidor que, desde que comecei a editar o (re)Flexões, nunca lidei bem com o compromisso de actualização diária do blogue. Para os mais antigos e fiéis seguidores não é novidade que passem dois, três, quatro, ou até mais dias sem a publicação de qualquer texto. No entanto percebo perfeitamente que, para quem é primeira figura nos escapartes, seja difícil entender que outros usem registos um pouco mais sóbrios. 
Anúncios