Etiquetas

Os 120.000 professores que ontem, com o seu grito de indignação, conseguiram superar o protesto dos 100.000 em 8 de Março, obtiveram uma enorme vitória. Mas também assumiram uma não menos enorme responsabilidade.

A vitória foi terem ouvido da parte da plataforma sindical o compromisso de que a luta contra o ECD, o novo regime de concursos, a nova gestão, os horários e a avaliação vai endurecer, os sindicatos vão abandonar a comissão paritária e não será aceite menos que a suspensão desta avaliação.

A responsabilidade assumida foi a de sermos solidários com todos os colegas, não só nas manifestações e protestos de rua que forem agendados, mas também na participação activa nas greves que vierem a ser convocadas.

Porque clamar contra a ineficácia dos sindicatos e depois falhar na hora em que temos que continuar unidos, mesmo quando isso implica sacrifícios monetários importantes, será entregar o ouro ao bandido e culpar o vizinho pelo estrago.