Etiquetas

,

A titular da pasta da Educação afirmou que «Com certeza que a lei é para cumprir».

A lei é para cumprir significa que, enquanto não for revogado, o DR 2/2008 é para cumprir e não para ser simplificado.

A única resposta adequada a esta afirmação é a de que cada avaliado exija tudo aquilo a que tem direito, nomeadamente:

  • discussão dos objectivos individuais com os seus avaliadores – coordenador/avaliador e conselho executivo;
  • conhecimento integral dos parâmetros e critérios de avaliação e concomitantes descritores;
  • análise/discussão dos registos de observação/avaliação
  • tem que haver tempo para isso, mesmo que outras tarefas fiquem prejudicadas, porque A LEI É PARA CUMPRIR!