Etiquetas

,

Passados já alguns dias sobre o evento venho dar nota de um encontro de alguns professores do ensino básico e secundário com professores universitários, no sentido de promover uma forma de olhar para a escola para além das questões mais mediáticas e imediatas.

O encontro aconteceu na linda aldeia do Arripiado, à beira Tejo e com o castelo de Almourol ao fundo.

Enquanto grande parte dos participantes se deslocou de automóvel até ao Arripiado ou até Tancos, onde atravessaram o rio numa embarcação gentilmente cedida pela Junta de Freguesia desta aldeia, outros mais dados à aventura resolveram descer o Tejo em canoa, desde Constância.


Toda a programação do encontro e das actividades lúdicas se ficou a dever a uma iniciativa promovida por professores de uma escola de Sintra, que têm sentido necessidade de reflectir sobre a educação, o sistema educativo e a profissionalidade docente no quadro das profundas alterações que lhe vêm sendo introduzidas pelas actuais políticas públicas de educação.

Os participantes, espelhando a diversidade de origens, formações e formas de olhar a escola, puderam debater os seus pontos de vista com grande abertura de espírito e sentido democrático.
No final de uma tarde que foi longa, o sentimento foi o de que tinha valido a pena ouvir vozes nem sempre concordantes, mas com as quais todos acabaram por acrescentar algo aos seus próprios pontos de vista.