Leio no blogue de Ramiro Marques e não acredito:

04-Abril 2008 – reunião sobre avaliação do desempenho…Hoje fui a uma reunião ( em conjunto com todos os presidentes CE e membros das comissões de coordenação de avaliação de toda a drel) com o Sr Pedreira e o Sr Valter Lemos sobre Avaliação docente, gestão e formação. Chegámos… entrámos… uns sentaram-se em cadeiras outros nas escadas…no chão…(várias dezenas!) porque não cabiam todos… Já é a 3ª vez que vou a uma reunião destas (com altas individualidades do ME) em que os profs se sentam no chão…uma vergonha!!!

Posso até perceber a indignação da colega que escreveu isto, mas o ponto não é saber se os professores presentes se indignaram ou não. O ponto não é saber se fizeram ouvir o seu protesto para além das palmas, dos apupos ou das gargalhadas que se terão ouvido na sala. Porque não o terem feito seria sinal de uma submissão intolerável.

A questão verdadeiramente importante é saber porque é que os professores presentes naquela sala não a abandonaram e não exigiram que todos ficassem sentados em cadeiras, sem o que não seria aceitável dar início ou continuar a sessão.

Claro que poderemos sempre pensar que na sala não estavam professores, mas antes funcionários subservientes. Só assim se entende que o relato corresponda ao que se passou.

Como apesar de tudo ainda acredito que as pessoas que estiveram na reunião em representação da minha escola são professores, na segunda feira tirarei a limpo o que se passou, esperando que seja apenas uma brincadeira atrasada do 1º de Abril.